quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Arquiteto do meu mundinho


Arquiteto do meu mundinho

Para a construção de qualquer que seja a coisa, seja qual for o gênero precisamos partir para as ações e não só ficar nos pensamentos e nas idéias teóricas. No que se trata de nossa vida, de nosso “mundinho” temos o costume de só pensar em tal coisa, de querer mudar aquilo, de querer começar aquilo outro, mas que na maior parte das vezes colocamos obstáculos e pior jogamos a culpa pra cima de outras pessoas ou de outras coisas.
Quantas vezes temos a vontade de mudar algo que vemos que ta errado, mas que é mais cômodo deixar como ta e esperar que outra pessoa faça aquilo. Sabemos que podemos mudar nossa maneira de tratar as pessoas, podendo tratar com mais cordialidade, boa vontade, mas não, caso façamos isso irão nos tirar como pequenos idiotas. Reclamamos que o mundo ta horrível que o país não muda, que os governantes são péssimos, que não há oportunidade de empregos mas quando chega época de eleição não estamos nem ai para as propostas dos canditados, ”ah, vota naquele que é mais simpático” ou pior ainda, “vota naquele outro que é mais bonito”. Não tem empregos nesse país, mas ficamos sentados em casa esperando a vaga bater a nossa porta. Esse calor que não para, mas estamos lá fazendo queimadas, destruindo florestas, jogando toneladas de gás carbônico na atmosfera.
Esquecemos que fazemos parte desse mundo, e que nós somos os arquitetos dele, construimos a cada dia, ajudando-o a melhorar ou a piorar de acordo com nossas ações. Ao tempo que estamos reclamando que tudo ta errado, podemos dar início a uma ação que irá melhorar ou ao menos amenizar tais problemas e enriquecer tais melhorias. Reclamações sem ações, geram reclamações cada vez maiores e as melhorias continuam estagnadas. Podemos começar a fazer a mudança em nosso mundinho restrito, dar mais atenção a alguém que gostamos, não jogar lixos em áreas indevidas e assim como o mal, o bem também tem um efeito dominó, aquele que agradamos ficará feliz e agradará alguém que fará alguém feliz. Se começarmos a nos preocupar com o meio ambiente, encontraremos alguém que pense como nós e já não seremos um em um milhão.
Assim como pessoas, problemas existem em todos os lugares, ou melhor onde há pessoas, há problemas. Seja esses problemas maiores ou menores de acordo com a vontade que temos de melhorar ou de deixar acontecer. Um fósforo aceso hoje pode se tornar o derretimento das geleiras amanhã, assim como uma minúscula muda de árvore hoje, pode salvar a Floresta Amazônica amanhã, vai depender de como fazemos proveito daquilo que temos ao nosso alcance.

(Everton Rodrigues)

4 comentários:

Lips disse...

Pareceu minha redação do enem IASDHIOHIOSAD

Mariano P. Sousa disse...

Tá dado o recado Everton!
Concordo plenamente contigo!
Abraço!

Mariano P. Sousa disse...

Caro amigo!

Lá no meu blog tem um sêlo que eu indiquei pra você quando for possível passa lá e pega.
Abraço!

Tainá disse...

Mais uma proposta para um mundo feliz.
E quando tomaremos a coragem de dar o primeiro passo?
Uma frase um tanto clichê, mas que se encaixa perfeitamente aqui: "Devemos ser a mudança que queremos ver."

BjuuX!